Equivalências de economia – Sustentabilidade

Sustentabilidade

Existem diversas fontes de energia disponíveis, algumas são poluentes e emitem uma quantidade elevada de CO2 (ex: Petróleo, Carvão), outras são de alto risco (ex: Energia Nuclear) ou até mesmo que interferem na natureza, causando desmatamento ou interferência no ecossistema no local da instalação ( ex: Energia Hidrelétrica).

A interconexão dos sistemas elétricos por meio da malha de transmissão, propicia a transferência de energia entre subsistemas, permitindo a obtenção de ganhos sinérgicos e exploração da diversidade de fontes energéticas. Um exemplo é o Sistema Interligado Nacional (SIN). [1]

O sistema fotovoltaico aplicado no contexto da geração distribuída de energia elétrica possibilita que uma unidade consumidora gere a sua própria energia, alterne entre consumo e fornecimento de energia com o SIN, diminuindo a necessidade de consumir a energia gerada pelo SIN.

A geração de energia elétrica no SIN apresenta um impacto no meio ambiente. Esse impacto é mensurado através dos fatores de emissão de CO2 pela geração de energia  elétrica. O fator de emissão é calculado conforme metodologia proposta pelo MDL (Mecanismo de Desenvolvimento Limpo), sendo de domínio público, e disponibilizado por mês. [2]

A energia fotovoltaica é uma fonte de energia renovável, não emite poluentes, sendo benéfica ao meio-ambiente. No monitoramento da SolarView é possível visualizar índices de sustentabilidade que são calculados de acordo com a emissão de energia da Usina fotovoltaica.

Árvores Cultivadas

A árvore exerce uma função no ecossistema que é a remoção ou sequestro de gases do efeito estufa, em especial o CO2, contribuindo para a mitigação dos efeitos do aquecimento global.

No cálculo do número equivalente de árvores cultivadas, considera-se a quantidade de CO2 removida por uma árvore plantada e cultivada por 20 anos. A remoção média anual em CO2 é de 12,48 KG/Árvore, considerando árvores de médio a grande porte. Isto representa 246,9 Kg/árvore de CO2 no 20º ano, ou seja, quatro árvores removem uma tonelada de CO2 da atmosfera durante este período.

Por exemplo, em uma instalação fotovoltaica evitou-se a emissão de 24,4 Kg de CO2 no meio ambiente no mês de maio. Caso a geração média de energia elétrica se mantenha nos próximos meses, em menos de 11 meses evita-se a emissão de CO2 que uma árvore levaria 20 anos para sequestrar do meio ambiente.

O cálculo do número de árvores cultivadas pode ser obtido diretamente a partir da energia elétrica gerada em um período de tempo, multiplicando a energia por 5,04 x 10-4 árvores/kWh que é o coeficiente de árvores cultivadas (considerando o fator de emissão médio de CO2 do SIN de 0,1258 KgCO2/kWh, maio de 2015, e a remoção de 249,60 KgCO2 /árvore).

Número de Árvores Cultivadas : Energia Elétrica Gerada (kWh)5,04 * 10-4

Carbono Evitado

O cálculo da quantidade de CO2 evitada por uma instalação fotovoltaica é feito através da energia elétrica gerada em um período de tempo e do fator de emissão médio de CO2 do SIN neste período.

Por exemplo, em uma instalação que gerou 194,0 kWh em um mês em 2015, pode-se concluir que houve diminuição no consumo de 194,0 kWh do SIN. Como o fator de emissão médio de CO2 do SIN nesse período foi 0,1258 KgCO2/kWh, evitou-se a emissão de 24,4 Kg de CO2 no meio ambiente.

Valor Carbono Evitado (Kg) : Electricidade produzida em kWh x 0.1244 (Fator para a prevenção de CO2 em kg/kWh)

Equivalências de Consumo

A energia gerada apresentada em kWh é um valor abstrato. Uma forma de entender melhor essa informação é através da comparação com o que um equipamento eletroeletrônico consome de energia. Dessa maneira são apresentadas duas equivalências de consumo presentes no nosso dia-a-dia.

Equivalência de consumo de banhos de chuveiro: Número de banhos possíveis com a energia total produzida. 1 banho de 10 min consome aproximadamente 1,105 kWh.

Equivalência de consumo da operação de uma geladeira: Quantidade de meses de operação de uma geladeira com a energia total produzida. 1 geladeira consome aproximadamente 19,9 kWh por mês.

 

Referências:

[1] O Sistema Interligado Nacional – Operador Nacional de Sistema Elétrico: <http://ons.org.br/paginas/sobre-o-sin/o-que-e-o-sin> Acessado em: 28 Jan. 2019

[2] Arquivos dos fatores médios de emissão de CO2 grid mês/ano – Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações:  <https://www.mctic.gov.br/mctic/opencms/ciencia/SEPED/clima/textogeral/emissao_corporativos.html> Acessado em: 28 Jan. 2019